segunda-feira, 3 de junho de 2013

É isso

Olho o quão longe cheguei e não consigo evitar um sorriso torto. Achei que fosse bem menos que tudo isso que eu sou. As vezes não acredito em tudo que fui capaz de deixar e superar. As vezes nem consigo acreditar que isso é real. Estive confusa desde que levantei mas, percebo que descobri algo que me fez espremer os olhos, atenciosa. Sentei na cama com calma e me encolhi. Tudo foi real. Eu tinha desistido de mim ontem a noite. Eu tentei desistir de tudo. Mas, o que me salvou? Quem me trouxe de volta? Não me recordo. Não consigo me recordar de nada. Só lembro de me sentir queimar por dentro. De estar ajoelhada   vomitando no banheiro e de não conseguir ouvir nada além dos meus próprios pensamentos negativos. Mas quando achei que já era, escutei uma voz. Essa voz se sobressaiu a minha voz negativa. Ela me dizia para olhar em frente e seguir na mesma direção. Mas de quem era aquela voz? E por que, só ela me resgatou? Por que ela não me disse tudo isso antes? Então senti meu peito queimar e percebi que aquela voz era minha. E que vinha dali, de dentro de mim. Então tudo clareou. Eu pude sentir algo bom. Eu sou o meu lado bom. E mesmo que haja inúmeras coisas ruins no meu lado bom, ele existe. E isso é o que faz toda a diferença. É isso que me salva. É isso que evita que eu me torne igual ao que eu detesto. É isso que me faz prosseguir nessa vida. É disso que eu preciso.

2 comentários:

  1. Amei o texto Mires *-* perfeito...
    Você já viu os meus? http://sempreteamareii.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou! Vou ler os teus *-*

    ResponderExcluir